Japão lança na terça uma sonda com direção a Vênus

A sonda irá transportar um veículo experimental é movido por radiações solares

AFP |

AFP
Representação gráfica do Ikaros
O Japão pretende lançar nesta terça-feira sua primeira sonda para Vênus a partir de um foguete, que também transportará um veículo espacial experimental acionado pelas radiações solares.

O lançador H-2A decolará da base de Tanegashima (sul) nesta terça às 06h44 (segunda-feira, às 19h44 de Brasília), indicou a Agência de Exploração Espacial Japonesa (Jaxa).

Este transporte um "cometa espacial", o Ikaros - acrônimo em inglês de "veículo voador interplanetário propulsionado pelas radiações solares" -, que se desloca graças à pressão das partículas solares sobre sua vela.

Ikaros, cujo desenvolvimento custou 1,5 bilhao de ienes (13 milhões de euros), será experimentado pela primeira vez no espaço exterior depois de vários testes em órbita ao redor da Terra.

A vela deste veículo, cuja textura é mais fina do que o fio de um cabelo, também está coberta de células fotovoltaicas que geram eletricidade.

Esta tecnologia permite que viaje no espaço sem combustível, sempre que puder captar os raios solares.

O foguete H-2A também lançará a primeira sonda japonesa com direção a Vênus.

A Venus Climate Orbiter PLANET-C, batizada Akatsuki ("alba" em japonês), trabalhará com a Venus Express, o satélite enviado no fim de 2005 pela Agência Espacial Europeia e que chegou a seu destino no início de 2006. Por sua parte, o artefato japonês chegará em dezembro ao planeta, onde a temperatura é de 460 graus.

Os cientistas esperam que a observação do clima de Vênus, geralmente descrito como 'irmão gêmeo' da Terra por suas dimensões e massa, os ajudará a compreender melhor a formação do meio ambiente de nosso planeta.

    Leia tudo sobre: japãovênussonda espacialikaros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG