Testes em ratos mostraram que a ingestão de carboidratos forneceu energia mais rápido para o corpo em comparação com proteínas

selo

Ratos que sofreram queimaduras pelo corpo e depois receberam alimentação rica em carboidratos apresentaram melhor condição da cartilagem responsável pelo crescimento da mandíbula, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP).

A ingestão de carboidratos forneceu energia de forma mais rápida para o corpo em comparação à ingestão de proteínas, o que ajuda na cicatrização de ferimentos causados por queimadura. De acordo com a pesquisa, "dessa forma, o organismo não precisaria mais retirar proteínas de regiões como a cartilagem mandibular para a reconstrução da pele e de músculos e a espessura da camada proteica da região seria mantida".

Em vista disso, os pesquisadores defendem a possibilidade de reformulação da dieta hospitalar para pessoas internadas por causa de queimaduras. “O carboidrato é uma energia mais fácil de ser quebrada e, por isso, pode ajudar mais rapidamente na recuperação das queimaduras”, explica uma das autoras do trabalho, a pesquisadora Bruna Cecilia Caixeta de Oliveira. As informações são da Agência USP.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.