Composição e densidade dos gases criaram nebulosa com aspecto semelhante ao de um colar de diamantes

Telescópio Hubble capturou imagem de Nebulosa Colar
NASA/ESA
Telescópio Hubble capturou imagem de Nebulosa Colar
O telescópio Hubble capturou a imagem da nebulosa Colar, uma nebulosa planetária recém-descoberta que consiste em um anel brilhante que mede 19.3 trilhões de quilômetros de largura, dotada de densos nós luminosos de gás que se parecem com diamantes em um colar.

Duas estrelas orbitando próximas produziram a nebulosa, também chamada de PN G054.2-03.4. Há cerca de 10 mil anos, uma das estrelas inchou ao ponto de engolir sua estrela-companheira. A estrela menor continuou orbitando dentro da maior, aumentando o padrão de rotação da dupla.

As duas estrelas passaram a girar tão rápido que uma grande parte se expandiu no espaço. Por causa da força centrífuga, a maior parte do gás escapou pelo equador da estrela, produzindo o formato circular da nebulosa. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.