Homo erectus foi o primeiro mestre da cozinha, revela estudo

Capacidade permitiu que ancestrais do homem moderno pudessem dar enormes saltos evolutivos

AFP |

O primeiro ancestral dos humanos modernos a dominar a habilidade de cozinhar alimentos provavelmente foi o Homo erectus , que evoluiu cerca de 1,9 milhão de anos atrás, segundo um estudo americano.

A habilidade de cozinhar e processar alimentos permitiu ao Homo erectu s, aos neandertais e ao Homo sapiens darem enormes saltos evolutivos que os diferenciou dos chimpanzés e de outros primatas, afirmaram cientistas da Universidade de Harvard.

Com base em análises de DNA, do tamanho do molar e da massa corporal entre primatas não humanos, humanos modernos e 14 hominídeos extintos, as descobertas, publicadas na edição de segunda-feira (22) da revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences sustentam estudos anteriores que sugerem que o Homo erectus devia dominar a arte de cozinhar.

Preparar comida com ferramentas e fogo significava que mais calorias poderiam ser consumidas e menos tempo seria gasto na colheita e na alimentação. O tamanho dos molares diminuiu e a massa corporal aumentou.

Entre os primatas, animais com tamanhos corporais mais robustos desenvolvem molares maiores e levam mais tempo comendo. Grandes símios com tamanho similar ao dos humanos gastam cerca de 48% do dia consumindo calorias.

"O Homo erectus e o Homo neanderthalensis gastavam 6,1% e 7%, respectivamente de seu dia ativo comendo", destacou o estudo de Harvard, segundo o qual os humanos modernos gastam 4,7% de seu dia com alimentação.

"O tempo de alimentação humana e o tamanho do molar são realmente excepcionais em comparação com outros primatas e sua singularidade começou por volta do início do Pleistoceno", acrescentou o estudo, em alusão à era iniciada cerca de 2,5 milhões de anos atrás e que terminou há 11.700 anos.

A prática de cozinhar pode ter começado, na verdade, com outras espécies que também habitaram a África e antecederam o Homo erectus , incluindo o Homo habilis e o Homo rudolfensis , acrescentou a pesquisa.

Em todo caso, as ferramentas e os comportamentos necessários para sustentar uma cultura culinária "relacionada com a alimentação e agora necessária para a sobrevivência de longo prazo dos humanos modernos evoluiu na época do Homo erectus e antes de nossa linhagem deixar a África", concluíram os cientistas.

    Leia tudo sobre: evoluçãohomo erectus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG