Hominídeos usavam machados antes do que se imaginava

Arqueólogos descobriram ferramentas de pedra de 1,76 milhões de anos no Quênia

iG São Paulo |

P.-J. Texier, copyright MPK/WTAP
Hominídeo já produzia machados de pedra há 1,76 milhões de anos
Hominídeos já produziam ferramentas, talhas e machados muito antes do que se imaginava, embora não tenham levado com eles instrumentos de pedra quando deixaram a África. Uma equipe de pesquisadores americanos e franceses descobriu ferramentas em escavaações no sítio arqueológico próximo ao lago Turkana, no Quênia.

Com o auxílio de uma técnica sofisticada de datação, pesquisadores concluíram que a idade das ferramentas mais avançadas é de 1,76 milhões de anos. Elas são mais antigas que artefatos similares da idade da pedra encontrados na Etiópia e Tanzânia, que têm de 1,4 milhões a 1,6 milhões de anos.

A descoberta sugere que homens pré-históricos desenvolveram ferramentas refinadas que exigiam alto nível de raciocínio muito antes do que se imaginava. “Elas exigiam um bom nível de reflexão e boa destreza para serem produzidas”, disse o paleoantropologo Eric Delson do Lehman College em Nova York, que não participou do estudo.

As ferramentas de pedra chamadas de Acheulian são possivelmente o trabalho manual dos ancestrais do Homo erectus . As ferramentas eram usadas para carnear animais ou para cortar madeira.O estudo liderado por Christopher Lepre da Universidade de Columbia foi publicado esta semana no periódico científico Nature.

Leia mais:
Espécie de "Lucy" já usava ferramentas e comia carne
Homem já navegava há 130 mil anos, dizem arqueólogos
Homo erectus foi o primeiro mestre da cozinha, revela estudo
Estudo diz que homem moderno saiu da África antes do imaginado

(Com informações da AP)

    Leia tudo sobre: evoluçãoferramentas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG