Tempo de incubação de ovos varia conforme localização do ninho

Climas frios fazem com que o tempo de incubação do lagarto Sceloporus undulatus seja maior
The New York Times
Climas frios fazem com que o tempo de incubação do lagarto Sceloporus undulatus seja maior
Ao norte, sul, leste ou oeste, todas as mulheres grávidas demoram em média 38 semanas para atingir a gestação plena. Embora isso possa variar levemente, a localização geográfica da mãe não importa. Mas importa para alguns lagartos.

Dentro da mesma espécie, os ovos de alguns lagartos podem levar alguns meses para incubar, enquanto outros se desenvolvem completamente em semanas. O meio-ambiente pode ter feito com que lagartos de diferentes regiões desenvolvessem esses períodos variantes de gestação, segundo um novo estudo em “The American Naturalist”.

Lagartos da espécie Sceloporus undulatus , comuns em regiões setentrionais, tendem a chocar mais rapidamente que os lagartos do sul, os pesquisadores descobriram. Em seu estudo, eles incubaram ovos dos estados norte-americanos de Indiana, Mississipi e Flórida a diferentes temperaturas. A 25 graus Celsius, os ovos de Indiana – a região mais ao norte – levaram cerca de 65 dias para eclodir, enquanto os da Flórida – a região mais ao sul – demoraram cerca 76 dias. Os ovos do Mississipi, a região intermediária, levaram 67 dias. A 28 graus, os ovos de Indiana levaram 46 dias para chocar, enquanto os ovos da Flórida demoraram 52 dias e Mississipi ficou novamente no meio, com 48 dias.

Os pesquisadores também descobriram que os embriões de Indiana possuíam corações maiores que os do Mississipi e da Flórida. E os embriões do Mississipi tinham frequências cardíacas mais rápidas que os da Flórida. Um coração maior ou com frequência mais rápida podem fazer com que o sangue seja bombeado pelo embrião com mais rapidez e acelerar o desenvolvimento, afirmou Dan Warner, biólogo evolucionário da Universidade Estadual do Iowa e um dos autores do estudo.

“O que isso sugere é que podemos ver muitas adaptações a condições ambientais distintas, ao longo do amplo intervalo geográfico”, disse ele. “Mas os mecanismos que produzem essas adaptações podem ser muito diferentes”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.