A maior lontra do mundo é nativa da América do Sul e está ameaçada por causa da perda do habitat e contaminação por metais pesados

A ariranha, espécie nativa da América do Sul, se alimenta de de peixes, caranguejos e cobras
National Geographic
A ariranha, espécie nativa da América do Sul, se alimenta de de peixes, caranguejos e cobras
Nativa da América do Sul, a ariranha se alimenta de peixes, caranguejos e cobras. Esta é a maior espécie de lontras – chegando a medir 1,8 metro. As ariranhas foram caçadas extensivamente no passado e hoje restam alguns milhares delas. Elas também sofrem com perda do habitat, assim como contaminação por metais pesados encontrados em peixes (base de sua alimentação).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.