Formigas americanas usam guerra química contra invasoras

Descoberta foi feita por estudantes da Universidade de Stanford durante curso de verão

Alessandro Greco, especial para iG |

As formigas Linepithema humile , nativas da Argentina, são conhecidas por terem dominado boa parte do clima mediterrâneo e subtropical. Espalhadas pelo mundo em carregamentos de navios de açúcar, a Linepithema pode ser atualmente encontrada da Califórnia ao Japão, passando pela África do Sul. E, em todos os locais em que chegou, a dominou o espaço, expulsando ou matando as espécies nativas. Ao menos até encontrar a Prenolepis impairs , nativa da California, que está fazendo literalmente uma guerra química com ela .

Em um curso de verão, estudantes da Universidade de Stanford descobriram que a formiga de inverno (a da California, assim batizada por sobreviver bem no frio) estava produzindo um veneno em uma glândula do abdome e liberando-a em situações de estresse. Testes em laboratório feito por eles mostrou que uma pequena gota dele mata 79% das argentinas.

“Ficamos inicialmente surpresos que as formigas de inverno secretassem um líquido quando provocadas. Agora mais surpreendente ainda foi verificar o quanto venenoso ele é contra as formigas argentinas. Acreditávamos que as formigas argentinas fossem lutadoras muito mais eficazes do que as formigas de inverno. Afinal ela já havia retirado tantas outras espécies nativas [de seu habitat”, afirmou ao iG Trevor Sorrells, um dos autores do artigo.

Segundo Deborah Gordon, professora de biologia de Stanford que conduziu o curso de três semanas, é a primeira vez que documenta-se em detalhes uma espécie nativa resistindo ao ataque das formigas argentinas. Ela mesmo ficou surpresa com o resultado e a princípio não acreditou nele. Afinal, as argentinas são reconhecidamente boas de briga e as formigas de inverno não agem agressivamente (aparentemente) e sequer tem ferrão.

O estudo foi publicado recentemente no período científico PloS ONE.

    Leia tudo sobre: formiga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG