Fêmea em zôo alemão é primeiro tigre a receber prótese de quadril

Operação durou três horas e tigresa-malaia quase morreu se não fosse uma intervenção de anestesia

BBC Brasil |

selo

AFP
Operação ocorreu depois que o felino começou a sofrer de artrite
Uma tigresa de oito anos de idade foi o primeiro animal da espécie a ser operado para receber um quadril artificial. A cirurgia ocorreu em Leipzig, no leste da Alemanha.

Durante três horas, a tigresa-malaia chamada Girl, residente do zoológico de Halle, ficou na mesa de operação. A cirurgia foi realizada no último dia 27 por cinco veterinários da Universidade de Leipzig.

O felino recebeu a prótese por sofrer de uma artrite na anca direita desde a última primavera do hemisfério norte. Durante a cirurgia, o coração de Girl quase parou, mas a tigresa foi salva por uma intervenção da anestesista.

A prótese recebida por Girl foi projetada originalmente para cães. A tigresa, que voltou para o zoológico logo depois da operação, agora se recupera em uma jaula separada em Halle, longe dos visitantes.

Ela ficará em observação por seis semanas, período em que existe maior risco de deslocamento da prótese.

"Não conheço outro caso no mundo no qual um tigre teve implantada uma prótese de quadril", afirmou o veterinário Peter Böttcher, responsável pela cirurgia.

Os custos da cirurgia foram bancados pela Universidade de Leipzig, devido à raridade do caso de Girl.

O tigre-malaio é uma das espécies mais ameaçadas pela extinção no mundo. Atualmente, apenas cerca de 500 destes felinos vivem em seu habitat natural, que são áreas no centro e no sul da Península da Malásia, no sul da Ásia.

    Leia tudo sobre: cienciazoocativeirotigre

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG