FBI cria busca online de documentos sobre óvnis e paranormalidade

Chamado "O Cofre", novo site reúne num só mecanismo o acesso à versão digitalizada de relatórios e memorandos históricos

Carlos Orsi, especial para o iG São Paulo | 11/04/2011 15:40

Compartilhar:

Foto: Divulgação Ampliar

Memorando histórico sobre a queda de óvni em Roswell, em 1947

O website do FBI agora conta com uma seção chamada “The Vault” (“O Cofre”) onde o visitante pode pesquisar os documentos históricos produzidos pela organização a respeito de temas populares entre fãs de teorias da conspiração – da morte de Marilyn Monroe aos avistamentos de discos voadores.

Entre as buscas mais populares no site, há um memorando de 1950, assinado por um agente, informando sobre o boato de que três alienígenas, com um metro de altura e vestindo “roupas metálicas brilhantes”, teriam sido encontrados no Novo México.

Outro memorando, de 1947, informa que o famoso óvni de Roswell “parece um balão de alta altitude com um refletor de radar”.

O “Vault” também permite acessar o relatório final do Projeto Blue Book, uma investigação oficial conduzida a respeito de objetos voadores não identificados e que determinou que, de mais de 12 mil informes de óvnis avistados entre 1947 e 1969, apenas 701 permaneciam “não identificados”.

O relatório conclui, ainda, que “não há evidência, apresentada ou descoberta pela Força Aérea, de que os avistamentos categorizados como ‘não identificados’ representem tecnologias ou princípios além do conhecimento científico atual”, ou de que sejam “veículos extraterrestres”.

Os arquivos também trazem trechos de investigações, nos anos 50, sobre percepção extrassensorial, com resultados considerados negativos ou inconclusivos, incluindo testes realizados para checar os poderes de um homem que se dizia capaz de fazer os cegos enxergarem por meio de telepatia.

De acordo com o FBI, o material reunido no “Vault” já havia sido liberado para análise pública, mas não tinha ainda sido reunido num sistema de busca específico. Os documentos levantados pelas buscas no site são as versões digitalizadas dos originais, com emendas manuscritas e trechos censurados marcados com tinta.

A página do “Vault” adverte que "o conteúdo dos arquivos abarca todos os períodos da história do FBI e nem sempre reflete as opiniões, políticas e prioridades atuais" da instituição.

A parte do "Cofre" sobre celebridades traz ainda uma série de mais de mil páginas de documentos do FBI sobre o cientista Albert Einstein, reunidos em 14 volumes.

Leia também:
“Eu era cético”, diz estudioso de percepção extrassensorial
Vídeos de suposto óvni em Israel geram polêmica na internet
 

    Notícias Relacionadas



    Previsão do Tempo

    CLIMATEMPO

    Previsão Completa

    • Hoje
    • Amanhã
    Ver de novo