Falhas causaram fracasso de acoplamento de cargueiro na ISS

Erro humano e falha mecânica causaram a fracasso na primeira tentativa de acoplamento de carga na estação espacial

EFE |

Problemas com canais de comunicação e um erro dos cosmonautas, que apertaram erradamente um botão, causaram o fracasso do acoplamento do cargueiro russo Progress M-06M à Estação Espacial Internacional (ISS), no último dia 2 de julho.

O diretor do programa de voo do segmento russo da plataforma, Vladmir Soloviov, explicou em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira que a comissão "chegou à conclusão de que as causas (do incidente) foram duas".

Soloviov acrescentou que houve uma falha no sistema de comunicações que controlava a manobra automática. Além disso, também aconteceu o erro dos cosmonautas, que apertaram um botão que não deviam.

Segundo o diretor, inicialmente, por interferências no canal de comunicação de onda curta, foram emitidas duas mensagens de que havia algo funcionando erradamente.

No entanto, de acordo com Soloviov, para a interrupção da manobra de acoplamento, é preciso uma terceira ordem, que foi dada pelos tripulantes da ISS que apertaram o botão de operação à distância.

"Eu não responsabilizaria os cosmonautas. É possível que esse botão não esteja suficientemente protegido para evitar ser acionado acidentalmente. Talvez seja necessário colocar uma tampa", disse Soloviov, citado pela agência russa Interfax.

O diretor afirmou que estes imprevistos "ensinam muito" e que "já há algumas ideias para proteger o regime de operação a distância da intervenção não autorizada da tripulação".

Dois dias depois do acoplamento abortado, o Progress M-06M, com 2.630 quilos de carga, se enganchou com sucesso à ISS, manobra que foi realizada de forma automática.

A tripulação atual da plataforma orbital é integrada pelos cosmonautas russos Aleksandr Skvortsov, Fiodor Yurchikhin e Mikhail Kornienko e pelos astronautas americanos Doug Wheelock, Shannon Walker e Tracy Caldwell.

A Estação Espacial Internacional é um projeto com um custo de US$ 100 bilhões, com participação de 16 países.

    Leia tudo sobre: espaçoISSestação espacial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG