A partir de hoje, a aparição de objetos voadores não identificados deve ser registrada nos livros do Comando da Aeronáutica

Luzes estranhas no céu serão registradas nos livros do Comando da Aeronáutica
Getty Images
Luzes estranhas no céu serão registradas nos livros do Comando da Aeronáutica
A Força Aérea Brasileira (FAB) decidiu regulamentar a forma como seus integrantes devem proceder caso avistem ou saibam da aparição de objetos voadores não identificados (OVNIs), informou hoje (10/08) nota publicada no "Diário Oficial".

De acordo com as portaria publicadas hoje e aprovada pela Aeronáutica, diante da aparição ou da notícia de que alguém tenha visto um OVNI, os oficiais devem registrar o fato nos livros do Comando da Aeronáutica, que, por sua vez, deverá elaborar um documento que será enviado ao Arquivo Nacional.

Não existe nenhum  registro oficial sobre a aparição de naves ou seres de outros planetas no Brasil, porém, durante a ditadura militar os serviços de inteligência do Estado investigaram a suposta presença de objetos voadores não identificados no céu da cidade paraense de Colares. Conhecida como "Operação Prato", a investigação aconteceu entre os anos de 1977 e 1978, mas a ocorrência de estranhos fenômenos na cidade nunca foi comprovada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.