Estação espacial corrige órbita para evitar lixo espacial

Operação foi realizada para evitar colisão com fragmento do satélite meteorológico chinês Fengyun-1C

EFE |

A Estação Espacial Internacional (ISS, na silga em inglês) elevou hoje  (30) sua órbita para 1,7 quilômetro para evitar a colisão com um fragmento do satélite meteorológico chinês Fengyun-1C, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE) da Rússia.

"A manobra foi realizada através dos motores de correção do módulo de serviço Zvezda. A altura média da órbita da estação é 391,6 quilômetros", disse um porta-voz do CCVE, citado pela agência "Interfax".

Os propulsores funcionaram em modo automático durante 64 segundos e aumentaram a velocidade da estação em um metro por segundo, acrescentou a fonte.

Leia mais:
Lixo espacial passou a 250 metros da ISS
Nasa deve aprimorar o manejo do lixo espacial, alerta estudo

Após a correção da órbita de hoje, o CCVE decidiu cancelar sua elevação que estava prevista para o próximo dia 2 de fevereiro.

A tripulação atual da ISS é composta por seis astronautas: os russos Oleg Kononenko, Antonb Shkaplerov e Anatoli Ivanishin; os americanos Donald Pettit e Daniel Burbank, e o holandês André Kuipers, da Agência Espacial Europeia.

    Leia tudo sobre: rússialixo espacial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG