Milhares de moedas romanas, cunhadas entre 290 e 310 D.C, foram descobertas dentro de três jarros soterrados

Moedas foram encontradas dentro de três jarros
AFP
Moedas foram encontradas dentro de três jarros
Arqueólogos franceses anunciaram nesta segunda-feira (7) a descoberta de milhares de moedas romanas enterradas em três ânforas no campo de L'Isle-Jourdain, oeste de Toulouse (França).

As moedas de bronze, um verdadeiro tesouro, foram cunhadas entre os anos 290 e 310 D.C. em Roma, Londres, Lyon (França), Cartago ou Tréveris (Alemanha), de acordo com estudos preliminares.

No final de semana, foram desenterradas e guardadas. "É um achado importante, na medida em que não é frequente falar de objetos do tipo desse período", disseo responsável regional por descobertas arqueológicas, Michel Vaginay.

Leia mais:
Descoberto na França osso de um dos últimos Homo erectus
Figuras femininas são destaque em mostra de arte pré-histórica na França

Dois pesquisadores encontraram há dois anos 250 peças num campo arado já mencionado antes, pelo serviços de arqueologia, que entrou logo em contato com o proprietário do terreno. Este pediu que as escavações fossem organizadas só depois da colheita de milho", informou Vaginay.

Assim, durante meses, os arqueólogos torceram para que não houvesse nenhum vazamento da notícia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.