Encontrado na Antártida fóssil de baleia de 49 milhões de anos

É a primeiro cetáceo adaptado à vida marinha encontrado no continente, de acordo com pesquisadores argentinos

AFP |

Cientistas argentinos encontraram na Antártida restos de uma baleia primitiva, chamada arqueoceto, de 49 milhões de anos, foi anunciado nesta terça-feira (11).

"O exemplar corresponde a um cetáceo primitivo de 49 milhões de anos. É o primeiro cetáceo adaptado à vida marinha encontrado na Antártida", informou o pesquisador Marcelo Reguero.

Leia também:
Descoberta de fóssil grávido revela mistério dos plesiossauros

Pesquisadores europeus anunciam descoberta de cachalote gigante
Descobertos fósseis de predador marinho de 488 milhões de anos

Segundo o cientista, os restos encontrados pertencem "à família dos basilossauros. É uma descoberta de muita importância dentro da evolução do grupo de baleias."

Reguero é chefe do Projeto de Paleontologia de Vertebrados do Instituto Antártico, além de pertencer ao Museo de La Plata (sul) e ao Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Ténicas (Conicet).

    Leia tudo sobre: paleontologiafóssilbaleia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG