Documento foi atribuído a da Vinci depois de investigação de jornalista francês

Um manuscrito sobre o voo dos pássaros foi identificado pelo jornal francês Presse Ocean como obra nunca divulgada de Leonardo da Vinci na biblioteca de Nantes, e confirmada nesta terça-feira por um especialista do gênio italiano.

O estudioso Carlo Pedretti explicou ao jornal que "se trata de notas sobre o ar e o vento, relacionadas ao estudo sobre o voo dos pássaros" e que foi escrito em torno de 1504, mesma época que da Vinci começou a pintar a Monalisa.

O texto faz parte do acervo da biblioteca Demy de Nantes desde o final do século XIX, mas só na semana passada que foi vinculado a Leonardo da Vinci. A descoberta ocorreu graças à pista fornecida por um jornalista do Presse Ocean que acabava de fazer uma viagem a Milão e leu uma biografia do artista do Renascimento.

A diretora da biblioteca, Agnès Marcetteau, que trabalhava no local há mais de 20 anos declarou que até então nenhum estudioso tinha perguntado sobre o documento. O manuscrito foi descoberto dentro da coleção Labouchère, composta por pelo menos 3 mil peças.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.