Cirurgião ortopédico opera gorila na França

Kwaza, de 8 anos, fraturou o fêmur próximo a região do quadril. A operação delicada exigiu a precisão de médico experiente

AFP |

AFP
A gorila Kwanza é operada por um grupo de médicos em uma clínica veterinária na França
Um cirurgião ortopédico francês operou uma gorila de 70 quilos que sofria de uma lesão incapacitante após cair de uma árvore em um parque francês. Louis-Etienne Gayet, cirurgião ortopédico do Hospital Universitário de Poitiers, centro da França, foi chamado para socorrer Kwanza, uma gorila de 8 anos, que se acidentou no Vale dos Símios, em La Romagne.

Segundo um comunicado do parque, publicado nesta sexta-feira (20), a lesão aconteceu muito perto de onde o fêmur se une ao quadril. Como Kwanza sofreu uma fratura completa, a cabeça do fêmur sofreu uma torção no acetábulo (estrutura óssea do quadril, onde entra a cabeça do fêmur), fazendo com que os dois ossos ficassem ao contrário.

Casos delicados como este são relativamente comuns para os médicos, mas quase desconhecidos para os veterinários.

Gayet arregaçou as mangas e, numa cirurgia de três horas em uma clínica veterinária, na segunda-feira passada, virou a cabeça do fêmur suavemente, recolocando-a na posição correta e a religou ao restante do osso usando uma placa de 15 cm, afixada por um pino de 8 cm, preso no quadril de Kwanza.

O fato de Kwanza, que ainda é uma jovem gorila, ter a mesma anatomia femural de um humano adulto, permitiu que Gayet usasse uma placa como a que ele utiliza em seus pacientes.

Agora, Kwanza pode voltar a engatinhar, mas ainda será preciso seis semanas para saber se os ossos calcificaram corretamente, o que garantirá à gorila a completa recuperação de sua mobilidade.

"Foi uma experiência fantástica", disse Gayet em entrevista à AFP, antes de questionar: "Eu não sei, será que alguém já curou uma fratura na cabeça de fêmur de um gorila antes?"

    Leia tudo sobre: gorilafêmur

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG