Cientistas descobrem novo anticorpo da gripe

Anticorpo consegue aderir à superfície do vírus da gripe, que sofre mutação a cada temporada

AFP |

Cientistas dos Estados Unidos descobriram um anticorpo que age contra 30 das 36 cepas da gripe, o último avanço na busca de um tratamento universal e de uma vacina contra a doença, segundo estudo publicado esta segunda-feira.

O novo anticorpo amplamente neutralizante, denominado CH65, consegue aderir na superfície do vírus da gripe, denominada hemaglutinina, a qual sofre mutação a cada temporada, forçando os especialistas a projetar regularmente uma nova vacina.

Este anticorpo foi encontrado nas células de um voluntário, que tomou vacina contra a gripe desenvolvida para o ano de 2007, destacou o estudo, publicado nas Atas da Academia Nacional de Ciências.

"O que isto nos diz é que o sistema imunológico humano pode ajustar sua resposta à gripe e de fato produzir, embora com uma frequência baixa, anticorpos que neutralizam toda uma série de cepas", disse o autor principal do estudo, Stephen Harrison, do Hospital Infantil de Boston, Massachussetts (nordeste).

"Nosso objetivo é entender como o sistema imunológico seleciona os anticorpos e utiliza essa informação para fazer melhorias que contribuam para a elaboração de uma vacina que favorecerá a amplitude sobre a especificidade", emendou.

Na semana passada, pesquisadores britânicos e suíços anunciaram, na revista americana Science, a descoberta do primeiro anticorpo humano capaz de eliminar todos os vírus da gripe.

Este anticorpo, denominado FI6, foi posto à prova nos subtipos de vírus da gripe A e sempre demonstrou eficácia contra a hemaglutinina, uma proteína frequentemente variável.

    Leia tudo sobre: gripeanticorpo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG