Cientistas descobrem na Austrália ilhas do antigo continente de Gondwana

Ilhas estão submersas e se encontram a 1,6 mil km da costa sudoeste do país

EFE |

Cientistas australianos descobriram duas ilhas submersas que fizeram parte de Gondwana, o bloco continental que incluía a maior parte das zonas de terra firme que hoje constituem os continentes do Hemisfério Sul.

As ilhas marinhas, os planaltos submersos do Montículo Batavia e da Cordilheira de Gulden Draak, foram encontradas nas profundezas do Oceano Índico, a cerca de 1,6 mil quilômetros do litoral de Perth, no sudoeste da Austrália.

Leia também:
Antropoceno, a era geológica em que o homem 'desregulou' a Terra
Perfuração no Mar Morto pretende desvendar mistérios científicos
Anomalia na crosta terrestre define traçado do Grand Canyon

A expedição foi comandada por cientistas da Organização para a Pesquisa Industrial e Científica da Comunidade de Austrália.

No estudo foram utilizados instrumentos para elaborar mapas da região e foram recolhidas amostras rochosas, que devem datar de "milhões de anos", disse a cientista da Universidade da Tasmânia Jacqueline Halpin ao canal de televisão local ABC.

Há 200 milhões de anos, toda a massa terrestre se dividia em dois supercontinentes: Laurásia, ao norte, e Gondwana, ao sul.

Gondwana se dividiu pela primeira vez há 155 milhões de anos e deu lugar a dois novos blocos continentais: Gondwana Leste (Antártida, Índia, Madagascar e Austrália) e Gondwana Oeste (América do Sul e África).

Mais tarde se dividiu um bloco que integrava às atuais Índia e Madagascar e outro que correspondia ao agora território da Austrália e da Antártida. 

    Leia tudo sobre: austráliagondwanageologiailhas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG