Estudo identificou substâncias que provocam o sabor azedo nas cervejas envelhecidas

Pesquisadores identificaram cinco substâncias responsáveis pelo típico sabor azedo da cerveja envelhecida
Getty Images
Pesquisadores identificaram cinco substâncias responsáveis pelo típico sabor azedo da cerveja envelhecida
Pesquisadores descobriram uma maneira de manter a cerveja mais fresca e saborosa por mais tempo. Pela primeira vez, foi possível identificar as substâncias que causam o amargor e também o gosto azedo de cervejas envelhecidas. Os pesquisadores sugerem que ao prevenir a formação desta substância na bebida, ela poderá ficar fresca por mais tempo.

O estudo, publicado no periódico científico Journal of Agricultural and Food Chemistry, da Associação Americana de Química, analisou uma grande variedade de cervejas comerciais antes e depois do armazenamento. Os pesquisadores identificaram 56 substâncias que contribuem para o amargor das cervejas, incluindo cinco que parecem ser as principais responsáveis pelo sabor azedo após o envelhecimento.

Thomas Hofmann, autor do estudo, ressalta que a cerveja pode desenvolver um sabor desagradável e amargo após alguns anos. Diferentemente do vinho e do uísque, a cerveja é mais saborosa quando consumida fresca. Especialistas estimam que a maioria das cervejas adquire um gosto azedo entre seis e 12 meses de estocagem.

"O estudo oferece a base científica para o entendimento da validade da cerveja mantendo o gosto amargo desejável e postergando o ínicio da formação do gosto azedo, a partir do controle do pH inicial da cerveja e mantendo a temperatura mais baixa possível durante o armazenamento da bebida final ", conclui o estudo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.