Cientistas criam 'robô contorcionista' feito de material elástico

Invenção inspirada em animais desprovidos de esqueleto alcançar recantos difíceis de chegar. Veja o vídeo

BBC Brasil |

selo

Um robô capaz de se contorcer, ondular e se espremer foi desenvolvido por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Inspirado em seres desprovidos de esqueleto interno - como estrelas-do-mar, lulas e vermes -, a invenção tem como objetivo chegar a recantos que robôs rígidos não podem alcançar.

Em um artigo na revista científica americana Proceedings of the National Academy of Sciences, os pesquisadores explicam que o robô é feito de material elástico, como polímeros, e impulsionado por ar comprimido.

Leia também:
Robô-lagartixa é capaz de escalar paredes
Americanos criam robô-lagartixa
Agilidade das lagartas é reproduzida em novo robô de resgate
Robô chinês monitora desmatamento na floresta

O autômato possui uma "locomoção sofisticada" e pode adotar "movimentos fluidos e múltiplos galopes", eles descrevem.

Em testes para verificar o alcance da máquina, os pesquisadores criaram um obstáculos que consistia em uma placa de vidro elevada a apenas 2 cm do chão.

O robô-estrela-do-mar venceu a prova em menos de um minuto, executando uma combinação de movimentos coordenados.

Em seu artigo, os pesquisadores explicam que robôs feitos de material macio são mais resistentes que os rígidos a incidentes que podem ocorrer no mundo real, como quedas, batidas e arranhões.

Entretanto, eles admitem, esses objetos são mais susceptíveis a outros tipos de dano, como furos por vidro quebrado ou espinhos.

    Leia tudo sobre: tecnologiarobôrobótica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG