Cientista apresenta bateria de metal liquido

Projeto de cientista do MIT pretende baratear o armazenamento de energia

AFP |

Uma bateria de metal líquido poderá reduzir no futuro a necessidade de novas centrais elétricas, afirmou um cientista americano na conferência TED sobre inovação em Long Beach, Califórnia (oeste).

"Tal como estão as coisas, a demanda de eletricidade deve estar em constante equilíbrio com a oferta", afirmou o professor de engenharia do MIT (Massachusetts Institute of Technology) Donald Sadoway.

Segundo ele, baterias baratas feitas de metal líquido podem armazenar eletricidade gerada por painéis solares ou parques eólicos e guardá-la para quando for necessário.

Leia também:
Nova bateria recarrega em minutos

Movimento do corpo poderá recarregar iPod e celular
Prédios sustentáveis reduzem o gasto com energia nos EUA
Gordura animal: em breve nos tanques de jatos

Essa seria uma importante mudança do sistema de consumo atual.

"A bateria é o dispositivo que permitirá fazer isso. Com ela, podemos extrair eletricidade do sol, inclusive quando ele não estiver brilhando", explicou.

Sadoway e sua equipe de estudantes estão tão certos de sua ideia que criaram a Corporação da Bateria de Metal Líquido e planejam ter modelos do tamanho de uma mesa em dois anos.

O cofundador da Microsoft, Bill Gates, é um dos patrocinadores da empresa.

A companhia planeja eventualmente colocar no mercado uma bateria líquida do tamanho de um contêiner de 40 pés, capaz de manter eletricidade suficiente para satisfazer as necessidades diárias de 200 lares típicos dos Estados Unidos.

"Será possível ter estas baterias nos porões dos prédios", afirmou Sadoway.

Os principais metais na bateria são o vanádio e o magnésio, segundo o professor.

    Leia tudo sobre: energiabateriaengenharia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG