Ciclone do tamanho da Europa varre Saturno há 5 anos

Imagens da sonda Cassini mostraram que ciclone de 4 mil quilômetros de diâmetro gira na mesma direção do planeta

AFP |

NASA
O ciclone de saturno é o de maior duração que já foi examinado nos grandes planetas do sistema solar
Um gigantesco ciclone do tamanho do continente europeu varre Saturno há cinco anos, o que faz desta tempestade a mais longa detectada no planeta, relataram cientistas espanhóis nesta quarta-feira (14).

O ciclone, cujo vórtice se estende por 4 mil quilômetros, é estudado desde 2004 por um grupo de pesquisadores espanhóis a partir de imagens vindas da sonda americana Cassini.

"De acordo com nossas observações, o ciclone é o de maior duração dos examinados nos grandes planetas do sistema solar, Júpiter e Saturno", explicou a principal autora do estudo, Teresa del Rio-Gaztelurrutia.

Os ciclones, caracterizados por um vento que gira na mesma direção que o planeta, não duram tradicionalmente muito tempo, explicou a pesquisadora que dirige uma equipe da Universidade dos Países Bascos para conduzir o trabalho.

"Conhecemos ainda muito pouco sobre este gênero de estruturas", acrescentou.

O grupo de cientistas conseguiu analisar a estrutura horizontal e vertical deste fenômeno meteorológico, assim como a sua circulação e sua maneira de interagir com os ventos utilizando simulações matemáticas.

Apesar do enorme tamanho do ciclone, os pesquisadores detectaram ventos "pouco intensos". Segundo suas observações, ele se desloca a uma velocidade de 245 km/h, cercado por ventos de 72 km/h.

A Nasa revelou as imagens da sonda Cassini um ano após terem sido tiradas. Os cientistas só puderam até o momento analisar as amostras de 2009 e esperam descobrir se o ciclone gigante sobreviveu até este ano.

    Leia tudo sobre: espaçosaturno cassini

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG