Técnica uniu, a 28 mil km/h, as naves não tripuladas Shenzou-8 e Tiangong-1. Veja o vídeo

selo

A China se tornou, nesta quinta-feira (3), o primeiro país a realizar com sucesso o acoplamento de duas naves espaciais não-tripuladas.

A técnica pioneira uniu a nave Shenzou 8 com o módulo Tiangong 1, a uma velocidade de 28 mil quilômetros por hora e a 343 acima da superfície da Terra.

Leia mais:
China inaugura primeira caixa postal do espacial
China lança nave não tripulada Shenzhou-8

A operação durou apenas meia hora e é considerada um passo decisivo para que a China possa vir a ter uma estação espacial permanente, no futuro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.