Carta encontrada no Peru revela idioma perdido

Arqueólogos encontraram vestígios de uma linguagem até então desconhecida e que provavelmente era falada por indígenas

iG São Paulo |

Reuters
Carta escrita em idioma desconhecido foi descoberta no norte do Peru em 2008
Um grupo internacional de arqueólogos encontrou pistas de um idioma antigo desconhecido pela ciência até agora: uma carta do século XVII contendo uma coluna de números escrita em espanhol e traduzida para uma língua que estudiosos afirmam agora estar “perdida”. A carta estava escondida em uma pilha de tijolos de barro nas ruínas de uma igreja de Trujillo, a 550 km de Lima, no Peru.

A descoberta da foi noticiada na edição da revista científica American Anthropologist . Os pesquisadores acreditam se tratar de um idioma com influências de Queichua, língua antiga falada por milhões de pessoas que viviam na região dos Andes.

Em entrevista ao jornal The Daily Telegraph , Jeffrey Quilter, arqueólogo do Museu Peabody de Arqueologia e Etnologia da Universidade Harvard, disse que as investigações determinaram que o registro no pedaço de papel seja um sistema numérico de uma língua que foi perdida por centenas de anos. Quilter disse acreditar que as palavras podem ser a versão escrita de uma língua que os colonizadores espanhóis chamavam de "pescadora", por ser usada pelos povos pescadores da costa norte peruana.

A carta foi encontrada em 2008 nas ruínas de Magdalena de Cao Viejo - que foi habitada por freis dominicanos durante dois séculos – no entanto os arqueólogos resolveram manter a descoberta em segredo até que fosse comprovado que o idioma usado na carta era mesmo desconhecido.

    Leia tudo sobre: cartaperuidiomaarqueologia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG