Progress M-09M fará um experimento geofísico antes de chegar à Terra e afundar no Pacífico

O cargueiro russo Progress M-09M desintegrou-se nesta sexta-feira (22) da Estação Espacial Internacional (ISS) para retirar seus resíduos e participar de uma experiência antes de afundar no Pacífico, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais da Rússia (CCVE).

"A nave desintegrou-se do módulo russo Pirs. Nos próximos quatro dias, participará, a pedido dos cientistas, do experimento geofísico 'Radar-Progress'", disse um porta-voz do CCVE.

Segundo as agências russas, o cargueiro servirá como objeto de estudo para o radar situado na cidade siberiana de Irkutsk, que utilizará pela terceira vez um Progress para um experimento.

Com ajuda do radar, os cientistas poderão estudar as características, o tamanho e a densidade do plasma que surge como consequência do funcionamento dos propulsores do aparelho.

Em 26 de abril, os propulsores do Progress M-09M serão desligados e começarão a descer. Depois disso, o cargueiro será introduzido em águas do oceano Pacífico, a cerca de 3 mil quilômetros da Nova Zelândia.

Essa é uma área livre de navegação marítima, onde habitualmente os cargueiros russos são submersos.

O Progress M-09M foi lançado em 27 de janeiro a partir da base de Baikonur com 3 toneladas de oxigênio, águas, alimentos, combustível e presentes para os tripulantes da ISS.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.