Butantan cria antídoto para veneno de abelha

Instituto ainda aguarda liberação da Anvisa para iniciar testes com seres humanos

AE |

O veneno de abelhas poderá ser neutralizado por soro produzido pelo Instituto Butantan em parceria com a Universidade Estadual Paulista (Unesp). O soro aguarda autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que sejam feitos testes em pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, o número de pessoas atacadas por enxames no Estado de São Paulo cresceu de 1.384 em 2007 para 1.549 em 2009, com três mortes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: venenoinstituto butantanabelhas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG