Sistema de monitoramento de radar apresentou erros, por conta do mau tempo na base de Alcântara, no Maranhão

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou, às 15h39 desta quarta-feira (14), o primeiro de oito lançamentos de testes esperados para o ano de 2012 apenas no Maranhão. Durante a operação, foi detectada falha no sistema de monitoramento de radar do CLA após o lançamento do Foguete de Treinamento Básico (FTB), utilizado na missão desta quarta-feira.

Leia mais: Jobim quer comprar foguetes para armar Exército e salvar Avibrás

Segundo informações do CLA, houve o acompanhamento da trajetória do protótipo durante um minuto e 30 segundos. Mas depois não foi mais possível realizar o monitoramento do foguete. Os técnicos do CLA ainda estão investigando as causas do incidente. Por conta disso, até o fechamento desta matéria, não foi informado o apogeu, nem a velocidade desenvolvida pelo FTB.

Uma das hipóteses para esse incidente foi um mau tempo no Maranhão. Desde cedo choveu forte na região norte do Estado, o que atrasou o lançamento em aproximadamente duas horas. O lançamento ocorreu com o tempo ainda nublado. Essa foi a primeira vez em cinco anos que um foguete é lançado nestas condições meteorológicas.

A direção do CLA informou que decidiu executar a missão com o tempo adverso justamente para testar os equipamentos de Alcântara nestas condições. A operação Falcão I tem justamente o objetivo de preparar o CLA para missões com protótipos com carga útil e também para a obtenção de certificados para o FTB.

Além dos lançamentos do FTB, Alcântara também deve realizar uma atividade com um foguete de médio porte ainda em 2012, o VSB-30, para experimentos em microgravidade. A última vez que ocorreu um lançamento com um foguete de médio porte foi em dezembro de 2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.