Avião de papel tira fotos da Terra vista do espaço

Planador foi colado a um balão de gás hélio, que chegou a 27 mil metros de altura

BBC Brasil |

selo

Uma equipe de amadores britânicos lançou ao espaço um avião feito de palha e coberto com papel que tirou fotografias da Terra.

Steve Daniels e John Oates, entusiastas e editores do site de ciência e tecnologia The Register, embarcaram na iniciativa porque "estavam procurando algo divertido para fazer" e se disseram impressionados com a facilidade de realizar o projeto.

Batizado de Vulture 1 ("Urubu 1"), o planador foi colado a um balão de gás hélio, que explodiu a mais de 27 mil metros da superfície e deixou cair o protótipo de aeronave.

Na descida, que durou cerca de 90 minutos, câmeras de Clique foto e de Clique vídeo inseridas dentro do aparelho registraram imagens como a da curvatura da Terra.

"Estávamos procurando algo divertido para fazer e os leitores do site tiveram essa ideia de criar um avião de papel", disse John Oates, 39.

"Achávamos que a corrida espacial britânica precisava de uma revigorada", brincou.
O chamado projeto Paris (sigla em inglês para "Avião de Papel Liberado no Espaço") custou cerca de 8 mil libras (R$ 21 mil) e demorou um ano para ser aprimorado.

Para localizar o aparelho após o lançamento, os pesquisadores contaram com equipamentos de rastreamentos produzidos com ajuda da companhia de tecnologia em defesa Qinetiq.

Para manter as câmeras de foto e vídeo funcionando, os pesquisadores equiparam o avião com bolsas de água quente.

No 'cockpit', os criadores colocaram um boneco de playmobil que apelidaram carinhosamente de "playmonauta".

O planador de pouco mais de um metro de diâmetro foi lançado a cerca de 150 km de Madri, na Espanha, e pousou a pouco mais de 30 km de distância do ponto de onde saiu.

John Oates disse que temia que o avião se desviasse centenas de quilômetros e que a saga para encontrá-lo demorasse dias. Mas isso não ocorreu.

"Ele caiu em uma parte relativamente remota da Espanha, e por pouco não atingimos um reservatório de água e uma área de leões dentro de um parque de safáris. Então, tivemos sorte."

    Leia tudo sobre: ciencia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG