Atlantis chega à Estação Espacial Internacional para última missão

Ônibus espacial leva quase quatro toneladas de comidas, roupas e acessórios; viagem marca fim de voos dos EUA ao espaço

iG São Paulo |

A missão espacial do Atlantis chegou à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) pela última vez neste domingo. O comandante Chris Ferguson estacionou gentilmente o Atlantis em sua vaga na estação espacial às 12h07 (horário de Brasília), quando o veículo espacial estava 370 quilômetros acima do Oceano Pacífico. "Bem-vindos à Estação Espacial Internacional pela última vez", disse à equipe o engenheiro de voo da estação Ron Garan.

Expectativa e emoção tomaram conta de membros da NASA na Terra e em órbita com a chegada do ônibus espacial Atlantis à estação. Trata-se da última viagem do programa espacial americano, depois de 30 anos. Depois da missão, o Atlantis se aposentará.

O ônibus leva à estação cerca de quatro toneladas de comidas, roupas e outros acessórios espaciais, quantia que representa o necessário para um ano de suprimentos.

No sábado, a equipe enxuta de quatro integrantes do Atlantis começou seu primeiro dia inteiro em órbita checando se havia quaisquer danos no sistema de proteção térmica do ônibus espacial, a barreira externa que protege a nave do calor prévio a sua reentrada na atmosfera, informou a Nasa.

Os membros da equipe utilizaram um braço mecânico e um sensor de 15 metros para registrar imagens da asas e do nariz da nave. Especialistas em imagens analisarão posteriormente as informações recebidas para se assegurar do bom funcionamento do escudo técnico. Esse tipo de inspeção faz parte dos procedimentos de rotina para evitar qualquer dano eventual ao veículo, indicou a Nasa.

Em fevereiro de 2003 o ônibus Columbia explodiu em sua entrada na atmosfera terrestre e um painel de especialistas concluiu que um elemento do escudo térmico se soltou no momento do lançamento, comprometiendo fatalmente o sistema de proteção.

Não foram encontrados danos no Atlantis, cujo lançamento não teve problemas , segundo a NASA. Técnicos responsáveis pela missão estudam estender a missão de 12 para 13 dias, precisando encontrar apenas uma hora mais para continuar em órbita para adiar o retorno até 21 de julho.

O voo do Atlantis marca o fim ao programa de ônibus espaciais que a agência espacial americana começou há três décadas , assim como o início da aposentadoria da frota.

*Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: atlantisnasaeuaônibusônibus espacial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG