Astronautas do Endeavour concluem terceira caminhada espacial

Andrew Feustel e Mike Fincke realizaram reparos nos cabos de energia e ampliaram o alcance do guindaste robotizado da ISS

Reuters |

Os astronautas mais experientes do ônibus espacial Endeavour saíram novamente da Estação Espacial Internacional nesta quarta-feira (25) para ampliar o alcance do guindaste robotizado da estação e reforçar os cabos de energia.

Nasa
Os astronautas Andrew Feustel e Mike Fincke realizaram a terceira caminhada espacial nesta quarta-feira (25)
"Nossa, é ótimo estar de volta aqui fora", disse o astronauta Mike Fincke ao deixar a cabine pressurizada da estação, pouco antes das 3h da madrugada (horário de Brasília), para começar sua oitava caminhada espacial.

"O planeta mais bonito do universo", acrescentou, admirando o azul do planeta Terral a 355 quilômetros de distância.

"Bela vista, não é?", respondeu o astronauta Drew Feustel, que lidera a missão.

O principal objetivo da caminhada, a terceira das quatro previstas durante a missão do ônibus espacial Endeavour, era anexar um dispositivo para que o guindaste robotizado da estação possa ser transferido para o lado russo do complexo de 100 bilhões de dólares.

Os astronautas também instalaram fiação para dar aos módulos russos acesso à energia produzida nos painéis solares das asas norte-americanas. Os astronautas completaram a operação após quase sete horas.

Antes da atividade, Feustel e Fincke testaram um método alternativo para eliminar o nitrogênio de suas correntes sanguíneas, processo necessário para prevenir contra doença de descompressão.

Eles passaram 50 minutos realizando exercícios leves para acelerar o metabolismo, que reduz o tempo necessário para respirar oxigênio puro antes de sair da estação, para trabalhar no vácuo do espaço. O novo protocolo também elimina a necessidade de os astronautas acamparem do lado de fora, em um ambiente de menor pressão da cabine, na noite antes da excursão.

O Endeavour e sua tripulação de seis homens chegou à estação espacial em 18 de maio para uma viagem de manutenção de 12 dias, a penúltima missão antes de a Nasa encerrar seu programa de ônibus espaciais.

A agência reafirmou na terça-feira (24) seus planos de construir uma nova nave espacial , a Orion, que poderá viajar para além da órbita da estação, onde os ônibus espaciais não podem ir. A decisão sobre que tipo de foguete será usado deve ser divulgada no próximo mês.

A Nasa está aposentando sua frota de ônibus espaciais devido aos altos custos de operação e para liberar fundos para novas iniciativas de exploração para asteróides, a lua, e mais para frente, para Marte.

O Endeavour deve voltar para a estação espacial Kennedy, na Flórida, em 1o de junho.

    Leia tudo sobre: MUNDOCIENCIAASTRONAUTASENDEAVOUR

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG