Missão marca o fim do programa de 30 anos de ônibus espaciais da Nasa

selo

Horas antes da missão final do ônibus espacial americano Atlantis, o comandante Christopher Ferguson se despediu dos colegas que vão permanecer na Estação Espacial Internacional.

O astronauta agradeceu a "fantástica hospitalidade" da equipe da estação.

Ele elogiou os colegas russos e disse que aquela experiência ficaria na mente de muitos futuros astronautas.

O Atlantis vai começar sua última jornada até a Terra nesta terça-feira e chegará dois dias depois.

A missão marca o fim do programa de 30 anos de ônibus espaciais da Nasa (agência espacial americana), que foi considerado caro demais para ser mantido pelo governo dos Estados Unidos.

A nave levou suprimentos essenciais para os tripulantes da estação, incluindo mais de uma tonelada de comida, suficiente para um ano.

O atual programa espacial passou custou um total de US$ 196 bilhões ao longo de três décadas.

Os ônibus espaciais devem ser substituídos nos próximos anos por uma nova família de espaçonaves.
A partir de agora, os astronautas americanas dependerão da "carona" dos antigos rivais russos, que os transportarão para a Estação Espacial Internacional a bordo de foguetes Soyuz.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.