Astronautas deixam estação espacial com longa lista de afazeres

Última missão do Discovery prepara Estação Espacial Internacional para vida pós-ônibus espaciais

Reuters |

EFE
Astronautas se preparam para a primeira saída espacial
Dois astronautas do ônibus espacial Discovery vestiram trajes espaciais e flutuaram para fora da Estação Espacial Internacional na quarta-feira.

Ele levaram consigo uma lista de tarefas necessárias para preparar o complexo orbital para a vida depois da aposentadoria da frota de ônibus espaciais.

Leia mais:
Vazamento em traje de astronauta do Discovery atrasa caminhada
Discovery decola para sua última missão
Vídeo: Americano é 200º a caminhar no espaço
Astronautas do Discovery concluem com sucesso 1ª caminhada da missão

Stephen Bowen e Alvin Drew saíram atrasados devido a um vazamento no traje pressurizado de Bowen. Depois de verificar o capacete, as luvas e as botas dele, os colegas encontraram um lacre danificado num cilindro que elimina dióxido de carbono do traje espacial.

O lacre foi substituído, e a dupla deixou a Estação por volta de 13h (hora de Brasília), para a segunda e última caminhada espacial prevista durante os oito dias de estadia da nave Discovery na estação.

Os afazeres dos astronautas incluíam eliminar a amônia de uma bomba defeituosa, a ser trazida de volta à Terra em junho, instalar câmeras e uma proteção de lentes no braço robótico da estação, colocar luz num carrinho que transporta equipamentos, e remover um estrado de carga do lado de fora do módulo europeu Colombo.

Os seis tripulantes do Discovery, fazendo a 39ª e última viagem desse ônibus espacial, já completaram os principais objetivos da missão de 12 dias. Montaram uma plataforma externa de armazenamento para peças sobressalentes e instalaram um recinto misto de armazenamento e pesquisa, completando assim a montagem do lado norte-americano do complexo orbital.

A Estação Espacial Internacional é um projeto de 100 bilhões de dólares e 16 nações, que está em construção há 12 anos numa altitude de 350 quilômetros acima da Terra. A Rússia planeja lançar um último módulo de pesquisa em maio de 2012.

Ao voltar na semana que vem ao Centro Espacial Kennedy, na Flórida, o ônibus Discovery começará a ser preparado para a sua nova missão: virar peça de museu.

A nave foi prometida ao Museu Nacional Aeroespacial Smithsonian, em Washington. Ainda não foi anunciado o destino dos dois outros ônibus espaciais, Endeavour e Atlantis, também prestes a serem aposentados.

A Nasa está encerrando o programa devido ao alto custo operacional e para liberar dinheiro para o desenvolvimento de novas naves capazes de voar para a Lua, para asteróides e para outros destinos no sistema solar.

    Leia tudo sobre: nasaônibus espacialdiscovery

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG