Astronauta terá que devolver à Nasa câmera que usou na Apollo 14

Edgar Mitchell tentou vender em um leilão câmara usada na missão espacial à Lua

EFE |

AP
Câmera em disputa: Nasa processa ex-astronauta por colocar a leilão equipamento da Apolo 14
O ex-astronauta Edgar Mitchell, que foi processado pela Nasa por tentar vender uma câmera de filmar que usou na Apolo 14 durante missão à lua, chegou nesta sexta-feira a um acordo com a Promotoria da Flórida.

Mitchell concordou em renunciar a qualquer reivindicação sobre o aparelho e o devolverá à Nasa, que encaminhará o equipamento ao Museu Nacional do Espaço, em Washington.

As duas partes pagarão as despesas legais para encerrar o processo, embora o acordo alcançado só será assinado por um juiz nos próximos dias.

O astronauta tentou vender recentemente num leilão uma câmara usada na missão espacial da Apolo 14 à Lua em 1971. O equipamento era propriedade da Nasa, de acordo com essa instituição, que afirmou que ela nunca foi doada para Mitchell.

"Todo o aparato usado durante as operações da Nasa permanece como propriedade da Nasa, a menos que explicitamente seja entregue a outra pessoa", afirma a agência no processo.

O advogado do ex-astronauta, Donald Jacobson, argumentou que a Nasa deu a câmara a Mitchell como presente após quarenta anos da missão.

O equipamento, que seria leiloado pela casa Bonhams de Londres, foi avaliado entre US$ 60 mil e US$ 80 mil dólares. A casa de leilões, no entanto, suspendeu a venda até a conclusão do processo.

Leia também:
Com que roupa se vai para o espaço
Imagens inéditas da chegada do homem à Lua
Objetos da Apolo 11 deixados na Lua são declarados patrimônio da Califórnia

Mitchell foi o sexto astronauta a pisar na Lua. Em fevereiro, a Nasa celebrou o 40?ºaniversário do lançamento da Apolo 14, que deixou na memória a imagem do primeiro astronauta da história a jogar golfe na superfície lunar.

    Leia tudo sobre: EUA JUSTIÇA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG