Arqueólogos mapeiam cavernas históricas de Nottingham

Projeto está usando scanner a laser para produzir imagens tridimensionais

BBC Brasil |

Uma equipe de arqueólogos da cidade de Nottingham, no centro da Inglaterra, está usando um scanner a laser para produzir imagens tridimensionais de uma famosa rede de cavernas artificiais da cidade.

Até agora eles documentaram 35 das 140 cavernas acessíveis, escavadas a partir da Idade Média.

O projeto começou em março de 2010. “Nós registramos um grande número de cavernas nesse período, com diferentes idades e usos”, diz o arqueólogo David Walker.

As cerca de 450 cavernas de Nottingham foram exploradas de diferentes formas ao longo dos anos, sendo usadas como calabouços, depósitos de cerveja, fossas e abrigos antiaéreos.

O mapeamento, que deve durar dois anos e custar 250 mil libras (cerca de R$ 688 mil), está sendo financiado pela Universidade de Nottingham e pelo English Heritage, um órgão público responsável pelo patrimônio histórico inglês.

“As cavernas se revelaram uma parte importante da história de Nottingham por cerca de mil anos”, disse Walker.

A equipe de dois arqueólogos em tempo integral pode escanear uma caverna simples em um dia, e as informações levam dois dias para serem processadas. Cavernas maiores levam mais tempo.

O trabalho deve ser concluído em 2011. Todas as informações e imagens serão publicadas na internet no endereço www.nottinghamcavessurvey.org.uk .

    Leia tudo sobre: arqueologiacavernas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG