Arqueólogos acham osso humano de 24 mil anos no Japão

Fragmento está entre os mais antigos encontrados até agora no país

EFE |

Uma equipe de cientistas japoneses anunciou nesta quinta-feira (10) a descoberta de um osso humano de cerca de 24 mil anos de antiguidade em uma caverna da ilha de Ishigaki, na província de Okinawa, no Japão.

O fragmento está entre os mais antigos encontrados até agora no Japão. Anteriormente, uma peça com 32 mil anos foi localizada em uma caverna de Naha, também em Okinawa, informou a agência "Kyodo".

Coordenados pelo antropólogo da Universidade de Tóquio Minoru Yoneda, os pesquisadores fizeram o teste do carbono 14 para identificar a idade do osso achado em março.

Parte de uma expedição iniciada em 2010 pelo Centro Arqueológico de Okinawa, a descoberta pode ajudar aos especialistas saberem mais sobre os antepassados do povo japonês, detalhou Yoneda.

Em fevereiro de 2010, os arqueólogos encontraram três fragmentos de ossos humanos nas ruínas em cavernas próximas ao aeroporto de Ishigaki, com cerca de 15 a 20 mil anos de idade.

    Leia tudo sobre: arqueologiajapão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG