Armadura medieval exigia alto desempenho físico dos soldados

Roupa de até 50 quilos e limitação para respirar demandava mais que o dobro de energia necessária para se locomover. Veja o vídeo

Maria Fernanda Ziegler, iG São Paulo |

Universidade de Leeds
Exame de esforço: para ser soldado medieval exigia físico de atleta
Pesquisadores europeus e da Nova Zelândia analisaram a dificuldade que era guerrear usando armaduras do século 15 e constataram que a vida de um soldado medieval era ainda pior do que contam os livros de história. Exames de esforço em uma esteira feitos por voluntários mostraram que o uso da armadura medieval, um traje feito de aço que pesava entre 30 e 50 kg, exigiu mais que o dobro de energia para a locomoção que roupas normais.

Além do peso, outro problema está na dificuldade para respirar. De acordo com Alberto Minetti, da Universidade de Milão e um dos autores do estudo, a respiração era afetada por duas coisas. A primeira é que a ventilação era mais alta que o normal por causa da adição de carga. “Eles precisavam de mais energia”, disse ao iG . Outro problema estava na restrição da expansão do tórax para respirar. Espremido pelas placas de metal, os soldados eram obrigados a aumentar a frequência respiratória.

“Nós descobrimos que carregar este tipo de peso espalhado pelo corpo requer mais energia que carregar o mesmo peso concentrado em uma mochila” disse Graham Askem, da Universidade de Leeds e um dos autores do estudo publicado nesta quarta-feira (20) no periódico científico Proceedings of the Royal Society B. Ele explica que ao vestir a armadura, pernas e braços eram carregados com o peso, exigindo mais esforço para movimentá-los. Veja o vídeo:

Caso não consiga ver o vídeo, clique para assistir na TV iG: Armadura medieval exigia alto desempenho físico dos soldados

Vale lembrar que nem todos os soldados usavam as armaduras completas. “O arqueiro inglês era levemente protegido e soldados menos nobres também deviam ter armaduras incompletas”, disse Askem ao iG .

A limitação provocada pelas armaduras explica a juventude dos exércitos medievais, devido à necessidade de um alto desempenho físico. “Certamente estes soldados estavam em forma. Caminhar pelos campos de batalha era pesado. Os músculos eram importantes, mas a capacidade aeróbica deles tinha que ser muito alta”, disse Minetti. Ele concorda com a opção do cinema de sempre retratar cavalheiros atléticos e jovens vestindo armaduras. 

    Leia tudo sobre: guerra medievalarmadura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG