Argentina lançará cápsula espacial não tripulada na quinta-feira

Cápsula, denominada Clementina, vai atingir 35 km de altura durante teste de funcionamento

EFE |

Uma cápsula espacial não tripulada será lançada na próxima quinta-feira (19) da província argentina de San Luis até uma altura de 35 quilômetros para testar o funcionamento de um computador comandado a distância, confirmaram neste sábado (14) os responsáveis pelo projeto.

A cápsula estratosférica, denominada "Clementina" em homenagem ao primeiro computador de uso científico que chegou à Argentina há 50 anos, será lançada pela Associação Argentina de Tecnologia Espacial (AATE) do Parque Astronômico La Punta, de San Luis.

O lançamento coincidirá com a realização em San Luis do 6º Congresso de Tecnologia Espacial, organizado pela AATE.

A Universidade La Punta, responsável pelo Parque Astronômico, informou que o projeto tem como finalidade incentivar o interesse de jovens pela ciência, embora de modo concreto permitirá provar como comandar de forma remota o computador que leva a sonda para registrar imagens e executar outras ordens.

Para o lançamento serão usados globos especiais de hélio, que serão liberados pela sonda em forma remota quando deixar a atmosfera terrestre.

Durante a viagem de 35 quilômetros até a estratosfera, três câmeras de alta definição capturarão diferentes ângulos do voo.

A travessia, que poderá ser acompanhada pela internet, permitirá observar imagens do território argentino do espaço, da curvatura da Terra e da escuridão do espaço.

Após as duas horas programadas de voo, a cápsula cairá na Terra em uma área que abrange quatro províncias argentinas, mas a sonda leva três sistemas de posicionamento que permitirão rastreá-la.

Como curiosidade, "Clementina" levará em seu interior vários objetos, que serão leiloados em Buenos Aires, entre eles, uma obra da artista plástica Marta Minujin, um boneco do personagem de caricaturas "Gaturro", um robô e um mapa da Argentina feito com tijolos plásticos de brinquedo.

    Leia tudo sobre: ARGENTINAESPAÇO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG