Aquecimento global ameaça coala australiano, dizem pesquisadores

CAMBERRA, Austrália - O urso coala está ameaçado pelo aumento do dióxido de carbono na atmosfera, que causa perda dos nutrientes das folhas de eucalipto, principal alimento dos animais, disse um pesquisador nessa quarta-feira.

AP |

Ian Hume, professor de biologia da Universidade de Sidney, afirmou que ele e seus pesquisadores descobriram que o nível de toxidade nas folhas de eucaliptos aumentou proporcionalmente ao aumento do dióxido de carbono na atmosfera.

Hume apresentou sua pesquisa sobre os efeitos do dióxido de carbono nas folhas de eucalipto na Academia Australiana de Ciência em Camberra nesta quarta-feira.

Os pesquisadores descobriram que a quantidade de dióxido de carbono nas folhas de eucalipto afeta o equilíbrio entre substâncias nutritivas e anti-nutritivas - tóxicas ou que prejudicam a digestão dos nutrientes.

Com o aumento do dióxido de carbono as árvores produzem mais anti-nutrientes e as folhas se tornam tóxicas para os coalas, disse Hume.

Algumas espécies de eucalipto podem ter conteúdo altamente protéico, mas seus anti-nutrientes fazem com que os coalas não consigam absorver essa proteína.

Hume disse que sua equipe não conduziu pesquisas sobre como o aumento previsto nas emissões de gases causadores do efeito estufa irão impactar o habitat dos coalas, mas ele estima que com os níveis de poluição atual a diminuição da população de coalas na Austrália será perceptível em 50 anos.

Entre as 600 espécies de eucaliptos da Austrália, os coalas se alimentam das folhas de apenas 25, disse Hume. A mudança na toxidade das folhas pode reduzir ainda mais a variedade de folhas que os coalas comem.

"Coalas geram um filhote ao ano em condições perfeitas, mas se houver uma queda no valor nutritivo das folhas, esse número pode mudar para um filhote a cada três ou quatro anos", disse Hume.

Os animais podem ser forçados a viajar em busca de folhas mais nutritivas, aumentando o risco de que sejam atropelados ou atacados por cachorros quando passarem por zonas urbanas, ele disse.

    Leia tudo sobre: aquecimento global

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG