Após mentir sobre clonagem humana, sul-coreano clona coiotes

Hwang Woo-souk enganou o mundo em 2005 com uma suposta clonagem de embriões humanos

EFE |

AP
Cientista sul-coreano Hwang Woo-suk (D) e governador da província de Gyeonggi, Kim Moon-su, apresentam um dos coiotes clonados
O polêmico cientista sul-coreano Hwang Woo-souk, que em 2005 enganou o mundo ao anunciar uma falsa clonagem de embriões humanos, conseguiu clonar oito coiotes, informou nesta segunda-feira (17) o governo da província de Gyeonggi, patrocinador de seu trabalho.

Há seis anos, o professor de veterinária da Universidade de Seul foi centro de um escândalo científico ao falsificar parte dos resultados sobre a obtenção de células-tronco a partir de embriões humanos clonados.

EFE
Na imagem, cinco dos oito coiotes clonados pelo polêmico pesquisador Hwang Woo-souk
Hwang reconheceu ter falsificado parte da pesquisa e foi condenado pelo mal uso de recursos públicos, caindo no esquecimento.

Agora o instituto em que Hwang trabalha garante que ele conseguiu clonar com sucesso oito coiotes, conhecidos como chacais americanos e em risco de extinção, transferindo pela primeira vez o núcleo de células somáticas da espécie para óvulos de um cachorro comum.

Os embriões foram introduzidos em fêmeas de cães que deram à luz aos filhotes de coiote, revelou o governo de Gyeonggi.

Hwang e sua equipe trabalham ainda na clonagem de outra espécie de canídeo selvagem africano em risco de extinção.

Leia mais:
Cientistas advertem sobre riscos da clonagem humana reprodutiva
Argentina apresenta vaca clonada que produz leite maternizado
Cientistas pretendem ressuscitar mamutes em cinco anos
Vaca clonada gerou mais de uma centena de bezerros no Reino Unido
Europa deve propor proibição à clonagem de animais
Argentina faz clonagem inédita na América Latina

    Leia tudo sobre: COREIA DO SUL CIÊNCIA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG