Amostras da Lua desapareceram da Nasa, segundo auditoria

De acordo com relatório, 517 materiais astronômicos emprestados se perderam ou foram roubados nos últimos 30 anos

AFP |

Centenas de amostras da Lua e de meteoritos que a Nasa empresta normalmente a pesquisadores desapareceram, revelou nesta quinta-feira uma auditoria da agência espacial americana.

O inspetor-geral da Nasa, Paul Martin, publicou um relatório detalhando a concessão de empréstimos aos pesquisadores que nunca utilizaram as amostras, ou simplesmente perderam o controle de amostras raras que datam da primeira viagem dos Estados Unidos à Lua, em 1969.

Leia mais sobre estudos da Nasa a partir de amostras coletadas no espaço:
Nasa vai coletar amostra de asteroide para decifrar Sistema Solar
Nasa descobre, no espaço, substâncias que compõem DNA
Amostras da Apollo sugerem improbabilidade de água na Lua
Magma da Lua contém tanta água quanto o terrestre

Segundo a auditoria, "517 materiais astronômicos emprestados se perderam ou foram roubados entre 1970 e junho de 2010". Essas amostras incluem, entre outras, rochas e solo da Lua, íons da camada externa do sol, poeira de cometas e poeira cósmica da estratosfera terrestre.

"Estas amostras constituem um recurso raro e limitado e têm um papel importante na pesquisa e na educação", disse o informe.

Em março, a Nasa tinha mais de 26 mil amostras em empréstimo, de uma coleção de 140 mil peças da Lua, 18 mil amostras de meteoritos e 5 mil amostras de poeira cósmica e de cometas.

A Nasa deve identificar melhor as peças de sua propriedade e elaborar um inventário anual para evitar estas perdas, recomendou o informe.

    Leia tudo sobre: nasaespaçolua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG