Albatroz é destronado como o pássaro com maior envergadura

Fóssil de uma nova espécie de ave, que viveu entre 5 e 10 milhões de anos atrás, tinha envergadura de pelo menos 5,2 metros

The New York Times |

Getty Images
Albatroz perdeu o posto de maior envergadura para o Pelagornis chilensis
O albatroz-errante possui a maior envergadura de asa entre todos os pássaros vivos, podendo atingir quase 3,7 metros. Milhões de anos atrás, porém, havia um pássaro com asas ainda maiores, relatam pesquisadores.

A nova espécie, Pelagornis chilensis, que viveu entre 5 e 10 milhões de anos atrás, tinha uma envergadura de pelo menos 5,2 metros.

Essa é a maior envergadura conhecida em qualquer pássaro. Embora tenham sido feitas outras estimativas, ainda maiores, elas se basearam em fósseis de penas, e não no esqueleto intacto, como neste caso. O relato aparece em “The Journal of Vertebrate Paleontology”.

Outra característica intrigante do pássaro é seu bico longo e ossudo, com projeções afiadas semelhantes a dentes. “Estes eram usados para capturar presas”, disse Gerald Mayr, principal autor do estudo e zoólogo do museu e instituto Senckenberg, em Frankfurt, na Alemanha. “Eles provavelmente voavam para perto da superfície da água e mantinham sua mandíbula inferior aberta para capturar peixes”.

O novo pássaro faz parte de uma família de pássaros com dentes de osso, conhecida como pelargonithidae. Embora atualmente já estejam extintos, os últimos pássaros conhecidos, com envergaduras muito menores, viveram há cerca de 2 milhões de anos em várias partes do mundo, incluindo América do Norte, África, Nova Zelândia e Japão.

O esqueleto recém-descoberto é tridimensional e uma impressão, e os cientistas conseguiram realizar uma estimativa de peso do animal. Ele pesaria entre 16 e 29 quilos.

Estudos adicionais poderiam ajudar os pesquisadores a entender melhor a física por trás do voo dos pássaros.

    Leia tudo sobre: albatrozPelagornis chilensis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG