A morte de uma estrela

Telescópio Hubble capta imagens do resfriamento de estrela central da Nebulosa Ampulheta

iG São Paulo |

NASA
Nebulosa Ampulheta em fase final de vida: núcleo se esfria e anéis gasosos dão um espetáculo colorido
As areias do tempo estão se esgotando para a estrela central da Nebulosa Ampulheta. Com seu combustível se esgotando, em breve, ela entrará uma fase espetacular: o encerramento de  sua vida. Suas camadas externas são ejetadas e seu núcleo vai se resfriando até se tornar uma anã branca e desaparecer. Em 1995, o telescópio Hubble fez uma série de imagens de nebulosas planetárias, incluindo a Ampulheta. Na imagem, anéis de gás brilhante (vermelho-nitrogênio, verde-hidrogênio, e azul-oxigênio) demarcam as paredes frágeis da ampulheta. Um destino semelhante aguarda o Sol daqui a bilhões de anos.

    Leia tudo sobre: espaçonasa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG