Com o raio trator acústico, dispositivo muito conhecido na ficção científica, pesquisadores britânicos acreditam que será possível levantar humanos; leia

A criação deste novo dispositivo abre portas para, futuramente, ser testada a possibilidade de levitar humanos
Creative Commons/Pixabay
A criação deste novo dispositivo abre portas para, futuramente, ser testada a possibilidade de levitar humanos


Pesquisadores da Universidade de Bristol, no Reino Unido, criaram um dispositivo que pode ser capaz de levitar seres humanos e objetos ainda mais pesados. De acordo com nota da instituição, uma ferramenta chamada raio trator acústico, com a capacidade de usar o poder das ondas sonoras para “segurar” partículas no ar, abre portas para diversos tipos de manipulação: desde a implementação de equipamentos microcirúrgicos até a possibilidade de levantar e mover humanos.

Leia também: Olhe para o céu! Os nove melhores eventos astronômicos para observar em 2018

Criado há alguns anos, o raio trator acústico já tem a capacidade de mover pequenas partículas, porém, os cientistas não acreditavam que ele poderia levitar nada muito grande, já que todos os testes com objetos maiores apresentaram alguma instabilidade.

Contudo, uma nova abordagem descobriu que é possível estabilizar o dispositivo ao mudar rapidamente a direção da rotação da estrutura, o que torna viável levantar grandes instrumentos. Com ondas ultrassônicas, os cientistas conseguiram levantar uma esfera de poliestireno de dois centímetros, um grande avanço em relação aos estudos anteriores.

Representação do funcionamento do raio trator acústico
Reprodução/Universidade de Bristol
Representação do funcionamento do raio trator acústico

“Pesquisadores acústicos têm ficado frustrados com este limite de tamanho há anos, então é muito satisfatório encontrar uma maneira de mudar isso. Eu acho que isso abre uma porta para diversas novas aplicações ”, explicou o Dr. Asier Marzo, um dos autores da pesquisa.

Recorde de levitação magnética

Em outro caso que envolveu a questão, um trem japonês de levitação magnética "Maglev" bateu seu próprio recorde mundial de velocidade ao atingir 603 km/h em 2015.

O veículo, que ainda está em fase de testes, alcançou essa velocidade em uma via de 42 quilômetros instalada na Prefeitura de Yamanashi, a oeste da capital do Japão, Tóquio. Anteriormente, o trem tinha andado a 590 km/h, em seu primeiro recorde mundial.

Leia também: Nasa testa sistema de energia nuclear para aumentar tempo de missões em Marte

O "Maglev" funciona com um sistema de levitação magnética que usa motores lineares perto dos trilhos. O campo magnético gerado faz o trem levitar até 10 centímetros acima da ferrovia, impulsionando-o e eliminando o contato com o solo – assim, a única forma de atrito é o ar. A Central Japan Railway pretende colocar o trem em funcionamento em 2027.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.