Apesar do nome, satélite não fica azul; termo é apenas uma referência para falar da segunda lua cheia em um mesmo mês

O mês de julho acaba nesta sexta-feira (31) com uma bela "lua azul", apelido moderno para falar sobre a segunda lua cheia de um mesmo mês. Na internet, internautas por todo o Brasil registraram e postaram imagens do fenômeno em diversas paisagens.

De Lua azul a eclipses: Conheça os principais fenômenos astronômicos de 2015

A lua não está literalmente azul. Mas por que ela recebeu esse nome? Em 2006, Donald W. Olson, Richard Fienberg e Roger Sinnott escreveram um artigo para a revista Sky & Telescope chamado "O que é uma lua azul?" a fim de explicar o fenômeno.

Os astrônomos e editores realizaram um diálogo virtual dentro de suas páginas por anos discutindo interpretações do fenômeno, que acabou sendo explicado pura e simplesmente como a segunda lua cheia de um mesmo mês.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.