Cientistas analisam possibilidade de o Papai Noel entregar presentes no prazo

Por BBC Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo estimativa, 50% das 2,2 bilhões de crianças no mundo passariam no teste de 'boazinhas' e seriam laureadas no Natal

BBC

O desafio é claro: Papai Noel precisa entregar todos os presentes em 24 horas, em casas do mundo inteiro.

2012: Defesa aérea americana acompanha 'trajetória' do Papai Noel

Getty Images
Antes do grande dia, Papai Noel passa o tempo lendo as cartas com os pedidos

Assista: Vagão do Papai Noel encanta passageiros do metrô em SP

Cientistas analisaram quais as possibilidades de cumprir esta tarefa dentro do prazo estipulado e, por incrível que pareça, os números não são tão ruins como muitos podem pensar.

O Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) afirma que há 2,2 bilhões de crianças no mundo. Mas é preciso lembrar que Papai Noel só entrega presentes para as crianças que se comportaram, não importando a religião e levando em conta também os ateus, agnósticos etc.

Uma estimativa seria de que 50% das crianças passariam no teste das boazinhas - e este número pode ser generoso.

O próximo fator a ser levado em conta é que muitas crianças podem viver na mesma residência. Então, lembrando que a média global é de 2,5 crianças por residência e esperando que as boazinhas estão juntas, Papai Noel pode ter "apenas" 440 milhões de casas para visitar.

Ele também poderá ter mais do que 24 horas. Roger Highfield, autor do livro The Physics of Christmas ('A Física do Natal', em tradução livre) calculou que, se Papai Noel estivesse viajando na direção oposta à rotação da Terra, ele teria outras 24 horas para cumprir a missão. Mas, mesmo assim, não seria tempo o bastante para uma tarefa tão grande.

Então, como ele realmente consegue? Aqui estão cinco respostas possíveis:

Voar muito, muito rápido

Segundo Highfield, ex-editor da revista New Scientist, Papai Noel teria que chegar perto da velocidade da luz para entregar todos os presentes.

A 300 mil quilômetros por segundo, ele poderia circular o planeta sete vezes em apenas um segundo.

Mas não parece ser algo possível. A esta velocidade, o gordo Papai Noel acabaria sendo fixado no assento do trenó. Além disso, as renas e o próprio trenó queimariam na atmosfera.

Usar um exército de elfos

Com base nos cálculos anteriores, Papai Noel teia 440 milhões de casas para visitar, muitas entregas.

Para entregar 40% de toda a correspondência e encomendas do mundo, o Serviço de Correios dos EUA tem uma das maiores frotas de veículos do mundo

O Serviço de Correios dos Estados Unidos afirma que lida com cerca de 40% das cartas e encomendas do mundo e entrega cerca de 158 bilhões de objetos por ano, uma média de 434 milhões de objetos por dia.

Então, com uma força de trabalho de mais de 600 mil funcionários e uma das maiores frotas de veículos do mudo, Papai Noel poderia até conseguir fazer o trabalho.

Mas, apesar de os elfos trabalharem com a logística da operação, existe apenas um Papai Noel para as entregas.

Buraco de minhoca

AFP/Getty Images
Com o a força de nove renas, é difícil que o trenó de Papai Noel consiga atingir a velocidade da luz

Para entender como os buracos de minhoca (ou buracos de vermes) funcionam, imagine fazer um desenho de sua casa no lado esquerdo de um pedaço de papel e a casa de um amigo no lado direito, com um caminho ligando as duas.

Um buraco de minhoca seria como dobrar este papel no meio, as casas agora estão juntas e Papai Noel pode usar seus conhecimentos profundos da teoria da relatividade para viajar pelo papel sem ter que passar pela linha onde o caminho foi desenhado.

Uma nuvem de relatividade

Larry Silverberg, professor de engenharia mecânica e aeroespacial na Universidade de Carolina do Norte, nos Estados Unidos, também disse que Papai Noel é um especialista em manipular e controlar o tempo e espaço.

Ele afirma que o Papai Noel poderia criar uma nuvem de relatividade na qual espaço, tempo e luz são percebidos de uma forma completamente diferente da maneira que são percebidos fora desta nuvem.

"Dentro da nuvem, Papai Noel tem meses para entregar os presentes. De dentro, ele vê o mundo congelado", disse Silverberg.

Nós, que estamos do lado de fora da nuvem, apenas vemos um momento passageiro. E seis meses dentro da nuvem para nós significa apenas um piscar de olhos. Por isso, Papai Noel não tem pressa para entregar os presentes.

Física quântica

Papai Noel pode se comportar como um fenômeno quântico, então ele poderia estar em qualquer lugar do mundo em qualquer momento da véspera de Natal. Isto segundo Daniel Tapia, cientista do laboratório Cern, em Genebra.

"Pode ser possível que Papai Noel seja uma superposião de estados quânticos. Em outras palavras: uma coleção de Papais Noéis espalhados por todo o planeta", disse.

Seguindo a teoria do cientista mexicano, cada um dos estados quânticos do Papai Noel daria um presente para cada criança que deve estar dormindo na hora da entrega.

Se apenas uma criança vir o Papai Noel, este estado quântico desmoronaria, e nenhum outro presente poderia ser entregue. Então, crianças, durmam bem!

Leia tudo sobre: papai noelnatalgenebratapiaespecial natal

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas