Executivo do Google crava novo recorde mundial de salto na estratosfera

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Alan Eustace, vice-presidente sênior da empresa, subiu 40 quilômetros em um balão antes de saltar sobre o Novo México

Reuters

Um executivo do Google chegou com segurança ao solo neste fim de semana após saltar de um balão gigante que flutuava na estratosfera a mais de 40 quilômetros sobre o Estado norte-americano do Novo México, um feito que quebrou a barreira do som e um recorde mundial de altitude.

Alan Eustace, um vice-presidente sênior do Google, subiu 41.420 metros em um enorme balão pouco antes do amanhecer na sexta-feira, segundo a Paragon Space Development.

Paraquedista achou que perderia consciência durante queda livre

AP
Executivo do Google crava novo recorde mundial de salto na estratosfera


Felix Baumgartner faz salto da estratosfera

Após passar cerca de 30 minutos "experimentando as maravilhas da estratosfera", ele saltou, disse a companhia, que projetou o traje especial pressurizado e o sistema de suporte à vida de Eustace.

O salto superou o recorde cravado pelo austríaco Felix Baumgartner em 14 de outubro de 2012, depois que ele saltou sobre o Novo México a uma altura de 39.045 metros.

Eustace ficou em queda livre por cerca de 4 minutos e meio antes de aterrissar a pouco mais de 112 quilômetros de seu ponto de partida, marcando o novo recorde mundial para o mais alto salto em altura e quebrando a barreira do som.

"Em queda livre rápida, Alan experimentou um curto período quase sem peso e dentro de 90 segundos havia ultrapassado a barreira do som", disse a Paragon em seu site. Eustace, que trabalha no Google desde 2002, é um piloto e paraquedista, disse a Paragon.

"Sempre me perguntei: e se fosse possível projetar um sistema que permitisse que humanos explorassem a estratosfera com tanta facilidade e segurança como fazemos no oceano?" disse Eustace, segundo a Paragon.

Felix Baumgartner faz salto da estratosfera em 2012. Veja imagens:

Baumgartner saltou de 39.044 metros de altura, e chegou a 1.342 quilômetros por hora antes de abrir os paraquedas. Foto: APApós pousar em solo, Felix Baumgartner (e) comemora salto com Art Thompson, diretor técnico de projeto. Foto: APFelix Baumgartner momentos antes do salto. Foto: DivulgaçãoBaumgartner  abre porta da cápsula a 39 mil metros de altura. Foto: ReproduçãoBaumgartner  realiza salto em queda livre mais alto da história. Foto: DivulgaçãoMãe de Felix, Eva Baumgartner (c) acompanha salto em Roswell, Novo México. Foto: APJá na cápsula, Felix se comunica com o centro de controle da missão em Roswell, Novo México. . Foto: APO paraquedista se prepara para entrar na cápsula na manhã deste domingo (14). Foto: APBalão de 0,002 cm de espessura poderia se rasgar caso houvesse vento muito forte. Foto: APPor causa do mau tempo, salto foi abortado no dia 9 de outubro. Foto: APFelix Baumgartner  permanece na cápsula durante preparação para o voo.Minutos depois, missão foi abortada por causa do vento (06/10/2012). Foto: APEm 25 de julho,o balão de hélio levou o paraquedista para seu segundo salto. Foto: APNa imagem, Felix Baumgartner se prepara para o primeiro salto em 15 de março. Foto: APParaquedista Felix Baumgartner segundos antes do salto em março. Foto: Divulgação


Leia tudo sobre: saltoestratosferaAlan Eustaceexecutivo do Google

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas