Mau tempo atrapalhou a visualização do eclipse em alguns lugares do Brasil; fenômeno pôde ser visto em toda a América

Um eclipse lunar total pôde ser observado em todo o continente americano na madrugada desta terça-feira (15). No Brasil, o tempo nublado - principalmente na região Sudeste - impossibilitou a visualização do fenômeno.

De acordo com Marcos Calil, consultor de astronomia do Climatempo, a lua entrou no estado de penumbra por volta das 2h. Nesse horário, cidades brasileiras com baixos níveis de poluição já podiam observar o fenômeno a olho nu. Ele informou que às 4h45 foi registrado o momento máximo do eclipse lunar, a partir do qual ele começa a regredir.

O eclipse lunar total é um fenômeno que acontece quando a Terra , a Lua e o Sol estão em perfeito alinhamento, cobrindo a Lua na sombra da Terra. Nesta madrugada, quando a Lua entrou na sombra completa da Terra, o planeta espalhou a luz vermelha do Sol , que resultou na cor vermelha da Lua. 

2011: Veja o eclipse mais longo do século

Ano passado: Veja imagens do eclipse que criou 'anel de fogo' no céu da Austrália

De acordo com a Nasa, o evento foi visível na América do Sul e do Norte. O fenômeno também pôde ser acompanhado parcialmente por observadores do Pacífico ocidental e partes da Europa e da África. No Norte da Europa, na África Oriental, no Oriente Médio e na Ásia Central não foi possível ver o eclipse.

Se você perdeu o eclipse na madrugada desta terça-feira, haverá outras oportunidades. Este é o primeiro de uma série de quatro eclipses lunares totais, conhecidos como "tétrade". O fenômeno vai se repetir mais três vezes até setembro de 2015. Depois disso, só em 2032.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.