Arqueólogos 'recriam' escola de gladiadores romana

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Localizadas na Áustria, ruínas subterrâneas datam do século 2 a.C. e foram mapeadas por cientistas com a ajuda de radares

BBC

Arqueólogos conseguiram recriar digitalmente uma escola de gladiadores romana descoberta às margens do rio Danúbio, na Áustria. As ruínas datam do século 2 a.C. e ainda permanecem em grande parte enterradas.

2011: Descoberta escola de gladiadores perto de Viena

M.Klein / 7reasons
O local fazia parte da cidade de Carnuntim, um importante posto militar e de comércio do império romano

2010: Cemitério de gladiadores é descoberto na Inglaterra

Para reconstruir virtualmente o local, os cientistas usaram radares de ponta capazes de penetrar no solo e mapear o que está sob a terra. O trabalho dos arqueólogos foi publicado no periódico Antiquity.

Essa escola de gladiadores - elas eram chamadas de ludus na época - só perde em tamanho para outra que ficava atrás do Coliseu, em Roma, a Ludus Magnus.

A escola está numa área de 11 mil metros quadrados, cercada por uma muralha. O edifício propriamente dito ocupa 2,8 mil metros quadrados. A escola ficava em Carnuntum, uma cidade romana que era um importante posto militar e comercial do império há 17 séculos. Estima-se que 50 mil pessoas viviam ali.

Segundo arqueólogos, a escola eram bem estruturada, tinha uma área circular de treinamento, celas para os gladiadores, áreas de banho e uma residência.

Estima-se que cerca de 100 escolas de gladiadores existiram durante o império romano, mas quase todos foram destruídas ou soterradas para que fossem erguidas novas construções sobre elas.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas