Pesquisadores usam escâner a laser para criar mapa 3D da Torre de Pisa

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Cientistas australianos estão testando equipamento novo no monumento por causa de sua arquitetura peculiar

BBC

Pesquisadores estão usando um escâner móvel a laser para construir um mapa tridimensional do interior da Torre de Pisa, no nordeste da Itália.

Jonathan Roberts, da CSIRO Informatics, parte da agência nacional de ciência da Austrália, mostrou à BBC como funciona o escâner, chamado Zebedee: basta caminhar pela torre para registrar todos os seus detalhes no aparelho.

Os cientistas australianos escolheram a Torre de Pisa para o projeto por causa de sua arquitetura peculiar, já que seria muito difícil mapear as escadas circulares com um escâner tradicional, explica Roberts.

Leia também:
Site permite visitar a piramide em Gizé em 3D
Software recria monumentos em 3D a partir de fotos online
Capela Sistina em 3D poderia ser criada para evitar sua deterioração
Novas descobertas sobre a arquitetura romana

O sistema do Zebedee escaneia diversas vezes todas as partes da torre e as usa como referência para os cálculos do mapa em 3D.

Segundo ele, o método pode ajudar nos esforços de conservação e restauração de locais que sejam de patrimônio histórico.

Franco Tecchia, professor de estudos avançados da Faculdade Sant’Anna, na cidade de Pisa, diz que os resultados preliminares do projeto consistem em um sistema interativo de visualização, que permitirá aos observadores entrar no mapa virtual da torre, inclusive em áreas a que muitos visitantes normalmente não teriam acesso.

O objetivo final é que esses visitantes possam "passear" virtualmente pelo mapa em 3D e ter acesso a todos os detalhes da famosa torre italiana.

Leia tudo sobre: 3darquiteturaitáliapatrimônio histórico

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas